Campanha da UFERSA “Natal Sem Fome” ajuda o Lar da Criança Pobre

 Em quase dois meses de campanha, a iniciativa solidária “Natal sem Fome” recebeu a doação de 2.400 quilos de alimentos que integram a com...

 Em quase dois meses de campanha, a iniciativa solidária “Natal sem Fome” recebeu a doação de 2.400 quilos de alimentos que integram a composição de uma cesta básica. Os donativos foram entregues pela comunidade acadêmica, comunidade externa e iniciativas privadas. O montante de alimentos foi o suficiente para montar 310 cestas básicas. Deste total, 303 foram destinadas às famílias atendidas pelo Lar da Criança Pobre de Mossoró e outras sete doadas à equipe de apoio que auxiliou nos trabalhos.

A entrega dos donativos ao Lar da Criança Pobre aconteceu na manhã desta quarta-feira, dia 21, quando a coordenadora da campanha, professora Ludimilla Carvalho Serafim de Oliveira, e o reitor José de Arimatea de Matos entregaram os alimentos e o ofício de recebimento, fruto da parceria. Neste ano, a campanha capitaneada pela Ufersa chega a sua quarta edição com o acumulativo superior a mil quilos de alimentos doados em todos esses anos.
 
O Lar da criança Pobre é uma instituição filantrópica que atua em diversas frentes. Em uma delas, presta assistência alimentar a 250 famílias cadastras pela entidade que vivem em situação de vulnerabilidade social em diversos bairros, sobretudo, nas zonas periféricas do município.
 
A instituição trabalha com foco na Educação e mantém 6 escolas com ensino do primeiro ao nono ano atendendo a quase 1.600 crianças carentes. Na saúde, também mantém um consultório com assistência médica e doação de remédios, além de ações com deficientes físicos, auxílio favelado, visita aos presos, assistência aos desabrigados e religiosa.
O Lar da Criança Pobre recebe doações de diversas naturezas durante todo o ano. A Instituição está localizada na Rua Maria Salem Duarte, 131, Abolição 2, vizinho à Igreja Nossa Senhora de Fátima. 
 
“Essa é uma campanha que cresce a cada ano e acredito que isso é reflexo da importância do trabalho das Irmãs à frente do Lar da Criança Pobre”, argumenta a coordenadora do Natal Sem Fome, professora Ludimilla Carvalho. Já o professor José de Arimatea destacou o empenho da comunidade acadêmica. “As pessoas da nossa Universidade têm feito ações que extrapolam o muro da Pesquisa, do Ensino e da Extensão por meio da solidariedade”. 

VEJA TAMBÉM

Rio Grande do Norte 4718824473318403371

Postar um comentário

+ Vistas

Twitter

item